quarta-feira, 4 de julho de 2012

Season Seven - Mesa redonda Parte 4 Bobby

Acho que todos já perceberam que cada parte dessa Mesa redonda trata de um personagem ou assunto!!
Essa é a parte 4 e fala sobre o Bobby!!




A MORTE, A RESSUREIÇÃO FANTASMA, E MORTE (NOVAMENTE) DE BOBBY.

Todos concordaram que a despedida original de Bobby foi simplesmente brilhante. “A morte de Bobby foi a coisa mais linda que eu já vi um show apresentar, mesmo que comparando com o final da temporada cinco com os flashbacks e o Impala incluso,” Danielle disse, enquanto Vinnie elogia que “Death’s Door”  foi “um episódio de arrebentar os corações” 

Mas uma coisa que muitos de nós não aprovamos/entendemos  foi como a morte de Bobby se encaixa na história. Nikki disse que “ a morte de Bobby foi completamente desnecessária no meu ver. Eu ainda estou de luto pela perda deste personagem tão querido, um dos mais queridos desde a primeira temporada. A saída de Bobby foi feita de maneira maravilhosa e cuidadosa. Confesso que estava excitada com a volta dele como um fantasma, mas mudei de ideia rapidamente. Trazê-lo de volta e ai matá-lo novamente? Foi como um tapa na cara e o personagem merecia muito mais.”

Laura mencionou que Bobby se tornou algo muito parecido como uma muleta a medida que série continuava. Ela não está necessariamente enganada. Os Winchesters passaram os seus primeiros anos baseando-se em suas capacidades/talentos/habilidades para resolver os problemas, com algum apoio vindo de Bobby e outros caçadores pelo caminho. Em episódios mais recentes, parecia que eles precisavam de muito mais ajuda, o que na realidade não deveria acontecer levando-se em consideração a quantos anos eles estão caçando. A sétima temporada foi toda sobre tirar tudo dos Winchesters – aliados e zonas de conforto, mas eu ainda não entendi o porquê de Bobby morrer. Ele poderia simplesmente ter sido posto num coma depois de “Death’s Door”, e depois ser trazido de volta. Eu entendo que a sua morte foi como um empurrão para Dean, mas eu acho que Dean poderia ser “empurrado” da mesma forma se Bobby estivesse definhando num coma, principalmente porque a apatia de Dean parece ter diminuído a sua sede de vingança à medida que o tempo foi passando.

O meu grande problema foi que eu tinha esperança que ao trazê-lo de volta iria resultar em um algo a mais.  A verdade é que na realidade ele não ajudou os Winchesters tanto assim quando ele foi trazido de volta (além de ajudar com a decodificação do que o Kevin escreveu e quando lutou com Dick quando este estava perseguindo Charlie), o que não foi tão bom assim, pois eu estava muito emocionada quando ele reapareceu. Vinnie sentiu que “a morte de Bobby foi tão bem escrita e encenada, que tudo aquilo pareceu nulo e vazio pelo seu fantasma e sua sede de vingança.”

Eu quase quero dizer que preferiria que Bobby não tivesse ressuscitado, sendo que o seu retorno pareceu meio sem sentido até o seu segundo falecimento no final da sétima temporada. O que quero realmente dizer é que eu preferiria que ele  não tivesse morrido para início de conversa. O que nestas alturas do campeonato, com a sua  segunda “morte” em “Survival of the Fittest”, é uma realidade. Jared mencionou em uma entrevista recentemente que eles não podem ficar matando Bobby e trazê-lo de volta novamente, o que é uma verdade. Isso faz rebaixar o valor  do personagem em questão. Então eu estou meio que triste que ele tenha sido trazido de volta para algo que pareceu muito pequeno para a trama, somente para ser morto novamente.

O que eu realmente gostei foi o fato de que Sam conseguiu se conectar com Bobby. Nós podemos atestar o fato de que Bobby sempre pareceu ter um relacionamento mais pessoal com Dean. E com isso, eu não acho que ele não amava Sam, é simplesmente porque Dean sempre teve a família em primeiro lugar, enquanto que Sam sempre foi o mais independente. Ele ama sua família, mas ele sempre conseguiu sobreviver melhor quando trabalhava sozinho. Isso não é um defeito no personagem, é apenas um fato. Então o fato que Bobby parou em sua perseguição de vingança quando ele percebeu que ele estava preparado para matar Sam para atingir o seu objetivo, foi o último marco emocional que Bobby precisou realmente atingir. E muito mais do que isso, como Laura disse, no final, “a decisão de Bobby ir embora do seu jeito, antes que danos irreparáveis fossem feitos, foi à decisão mais certa, que manteve a integridade do personagem.” 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe sua sugestão,critica ou o que quiser dizer à SUPERNATURAL LAND.